13/11/2009

Depressão, Como Sair Dela?

Postado por Wellshofar ás 15:33 Comentários

Depressão, Como Sair Dela?

Depressão, Como Sair Dela?




Meus amigos leitores, estou abordando esse

tema neste mês, pois á algum tempo atrá passei por momentos difíceis em minha vida e dou graças á Deus por hoje poder ajudar pessoas que se encontram nesse estado.


Meu trabalho oficial é meio pesado! Além de ser webdesing e design gráfico, também pego pesado! Hehe!


Tabalho com reforma de estofados, e faço isso porque gosto, pra mim é uma terapia.


Mas em um determinado tempo machuquei minha coluna e tive que ficar de repouso, ainda bem que foi em um tempo de queda de serviço, mas isso me preocupava muito, pois as contas não esperam você melhorar.

Mas encontrei forças para superar tudo isso! E aqui quero postar alguns artigos que li em um livro, o qual vou disponibilizar em forma de ebook, enquanto isso você vai absorvendo as informações que foram tiradas deste livro. Se você gostar do livro no fim das postagens poderá adquirí-lo e abençoar amigos, familiares, ou quem você quiser! Eles entregam em sua casa!


Passe a partir de agora a adquirir o conhecimento que pode ajudara alguém ou você mesmo!

A GRIPE EMOCIONAL


A depressão é tão antiga quanto a humanidade. O médico grego Hipócrates a diagnosticou já no século IV a.C., denominando-a "melancolia". A sua presença pa­rece ainda mais grave na atualidade devido à urbaniza­ção da sociedade mundial. O grande crescimento urba­no rompe os laços familiares, leva à perda do senso co­munitário e do mútuo entendimento, e produz efeitos indesejados, como o ruído, a contaminação ambiental, a intensidade do tráfego e a tensão.

Para evitar os sintomas da depressão, algumas pes­soas recorrem ao álcool e às drogas. Outras isolam-se, ou descarregam as suas frustrações em suas famílias. Al­gumas pessoas buscam os bruxos ou os curandeiros para que as livrem das bruxarias que eles mesmos lhes fize­ram. Outras, as mais afetadas pela depressão^ pensam no suicídio, com a esperança de que este ato violento as liberte da armadilha em que a vida as jogou.

A depressão é a forma mais comum de dor emocio­nal. É uma "gripe emocional" que ataca a quase todos em algum momento. Mas, por mais comum que seja, isto não quer dizer que a única coisa a fazer é'resignar-se a suportá-la. A medicina moderna e a psicologia des­cobriram novas formas de enfrentá-la, e a sabedoria da Bíblia Sagrada nos revela o mais eficiente dos remédios para a melancolia. Neste livro apresentamos as desco­bertas da ciência, bem como as verdades da Bíblia, para que você possa libertar-se das cadeias da melancolia.



O QUE E A DEPRESSÃO ?

No século passado, um poeta mexicano definiu a depressão no seguinte verso, intitulado "Rir Chorando":

Nada me encanta, nada me atrai,

não me interessa nome nem sorte.

Na depressão minha vida se vai,

e só espero que me leve a morte.

Os entendidos em saúde mental definem a depressão como um estado emocional de melancolia e tristeza que vai de um desânimo e abatimento leve a sentimentos de extremo desconsolo e desespero. Tais sentimentos são comuns a todos nós em algum momento da vida. A dife­rença está em que aquelas pessoas que sofrem sintomas depressivos se convertem em companheiros permanen­tes desses sentimentos negativos, como se fossem im­pertinentes vizinhos dos quais não se podem desfazer facilmente.

Podemos dizer que uma pessoa ultrapassa o limite da tristeza e de desalentos normais, quando começa a apresentar os seguintes sintomas:

- Mudança no apetite e no peso (em geral, diminuição).

- Alteração nos hábitos relacionados com o sono:

insônia, ou desejo de dormir exagerado.

- Fadiga ou falta de energia.

- Perda de interesse pelas atividades cotidianas.

Diminuição do desejo sexual.


- Incapacidade de concentração, dificuldade para

recordar coisas ou tomar decisões.

- Sentimentos de extrema tristeza, desespero, culpa,

auto-reprovação ou falta de auto-estima.

- Idéias de suicídio.

Se alguém sente pelo menos quatro destes sintomas durante um mês ou mais, pode-se dizer que está sob in­tensa depressão, e deve buscar ajuda profissional. De uma forma geral, os psiquiatras e psicólogos tratam ape­nas dos casos de depressão aguda. Mas a maioria de nós gostaria de receber ajuda antes de chegar a este ponto, e agradeceria por alguns conselhos preventivos que aju­dassem a evitar que caiamos no profundo abismo da depressão. O propósito deste livrete é oferecer estes con­selhos preventivos.

0 comentários:

Postar um comentário

Talvez você queira ler...

2leep.com